Crítica “Zumbilândia: Atire Duas Vezes” – Duas vezes mais divertido

Zumbilândia conseguiu se destacar entre os filmes de zumbi criando uma “mitologia” própria e a mais do que isso, apresentando essa mitologia de uma maneira única. As regras de sobrevivência criadas por Columbus são as responsáveis por boa parte deste sucesso, principalmente quando misturadas com as personalidades malucas de Tallahassee (Woody Harrelson), Whichita (Emma Stone) e Little Rock (Abigail Breslin).

O filme criou uma legião de apaixonados e muitos esperavam uma continuação há muito tempo, mas ficava a pergunta: será que a fórmula iria funcionar novamente?

E para nossa alegria, Ruben Fleischer fez um trabalho incrível na direção do filme, deixando tudo ainda mais divertido em “Atire Duas Vezes”. A preocupação inicial com a fórmula é totalmente deixada de lado depois que o filme deixa claro que sabe exatamente até onde deve usá-la. Não é mais necessário mostrar como o mundo de Zumbilândia funciona, apenas como tudo evoluiu 10 anos depois do que foi mostrado no primeiro. Alguns novos elementos são inseridos, mas a história usa o que tem de melhor: o humor com situações inusitadas.

Amizade com zumbis realizada com sucesso durante Pré-estreia especial

O roteiro não tem medo de brincar com os absurdos apresentados dentro da história e vai além, quando passa a brincar com outras franquias, como The Walking Dead, por exemplo. As participações pontuais de Albuquerque (Luke Wilson), Flagstaff (Thomas Middleditch) e Nevada (Rosario Dawson) servem exatamente para exaltar, ou satirizar, a excentricidade da história já conhecida.

Os personagens principais estão ainda mais engraçados e a dinâmica entre Columbus e Tallahassee está ainda melhor! Existe uma evolução em todos os relacionamentos, como é de se esperar após 10 anos, sem que nenhum deles perca suas características marcantes que encantaram o público no primeiro filme.

Mas foi a adição de Zoey Deutch (Madison) ao elenco que realmente fez a diferença. A personagem é algo que faltava ao núcleo, quando a gente nem sabia que faltava algo! Além de trazer mais humor (isso é possível?), ela faz com que os outros personagens se “destaquem”. É através dela que aprendemos mais sobre Tallahassee, Columbus e, principalmente, Whichita. Madison funciona quase como uma ferramenta de autodescoberta para os outros.

Zumbilândia Atire Duas Vezes tem tudo o que funcionou e era esperado no primeiro capítulo e eleva o nível da insanidade que é possível com armas, porradas, bombas e zumbis.

PS: existem DUAS cenas pós-crédito. Fique no cinema, vale muito a pena!

Nerd: Carlos AVE César

EXAGERADO! Jogado aos seu pés, eu sou MESMO EXAGERADO! Filho único, egoísta, mimado e mal-humorado. Produtor de Eventos, Engenheiro de QA e butequeiro! Buscando CONHECIMENTO, com cachorro-quente e guaraná. Também sou a personificação da Vingança! Twitter: @ONovoNerd Facebook: http://www.facebook.com/carloscesarcarvalho

Share This Post On