BGS 2019: jogos esperados, Myridian e Fortnite

Salve Nerds!

Recuperados da BGS?

Então vamos conversar!

No Brasil, a BGS é de fato o maior evento do ramo gamer, trazendo para as mãos dos jogadores brasileiros oportunidades únicas de jogar lançamentos e vivenciar experiências únicas. Bom, nós estivemos por lá e separamos alguns destaques para vocês!

Jogos Esperados

As três grandes empresas do segmento gamer no que se refere aos consoles estavam presentes e trouxeram consigo diversos jogos exclusivos, lançamentos e prévias exclusivas do evento! 

A Microsoft estava presente com um stand enorme, recheado do mais poderoso console da atualidade mas não tão recheado de coisas marcantes.

No stand da Gigante verde, pudemos jogar Borderlands 3 de destaque. O jogo foi lançado há pouco tempo e fez sucesso no período de lançamento. Outro jogo no stand que atraiu olhares foi o novo projeto da Ninja Theory, desenvolvedora de jogos de ação como DMC e do sucesso independente de 2017 Hellblade. Apesar de chamar a atenção com o exclusivo, Bleeding Edge não me encanta, então, definitivamente não sou o melhor para indicar esse estilo de jogo, mas se você curte o estilo 4v4 bem frenético, é o seu jogo!

Já a Sony, que ano passado estava com diversos jogos antes do lançamento, como Days Gone e Sekiro. Esse ano estava com outros exclusivos, como Dreams, uma prévia de Death Stranding (Que ainda não caiu a ficha que sai em um mês) além de jogos disponíveis para VR que a empresa ainda traz.

O fã pode jogar com exclusividade o jogo dos Vingadores!

A Nintendo, por outro lado, apostou nos sucessos clássicos mais do que nas novas experiências. O grande estande vermelho possuía dezenas de Nintendos Switch para o público testar Mario Kart Deluxe, Super Smash Bros, Legend of Zelda a Link to the Past. De novidades, além desse último citado (recém lançado) o foco estava em Luigi’s Mansion, jogo muito esperado para o console e que recebeu até um Lounge no stand para receber influenciadores e conversar com os fãs.

Parece até tela de Mugen de tanto personagem…

Aliás, esse é um movimento que a cada ano cresce mais na BGS que é o dos influenciadores e a presença deles pela feira. Mas isso fica pra outro texto, meu foco aqui são os JOGOS!

Jogos por exemplo que estavam na área Indie, que para minha tristeza deu uma leve diminuída, e, apesar de estar geograficamente no meio da feira, ela fica rendida entre stands muito grandes e barulhentos, escondida em um corredor embaixo de uma escada. Falando sério, a área Indie merecia uma exposição melhor…

Ano passado, senti que a área estava mais caprichada, mas, muito veio da presença de desenvolvedores como a Warhorse de Kingdom Come e o Bloober Team que veio com The Observer. Essas empresas não voltaram esse ano (o que foi triste, teria sido muito bom ver o pessoal da Bloober com o novo jogo da Bruxa de Blair!) e isso impactou diretamente na aparência do corredor.

Quase todos os stands brancos e alguns levemente adesivados, boa parte dos jogos tinham público mais pelo congestionamento do corredor do que pela curiosidade.

Mas ali sempre tem uma pérola ou outra perdida!

E foi a minha impressão de Myridian

O stand estava localizado logo na passagem central, no cruzamento criado da entrada no corredor entre o pavilhão de PC Gaming e o pavilhão da área de alimentação, o que faria o público cruzando por ali bastante intenso! Mas isso causou um congestionamento logo em frente à mesa do Myridian, que me chamou a atenção pelo logo estilizado e, ser um jogo mobile, coisa que eu adoro!

Conversei com os desenvolvedores, com o maestro responsável pela música orquestral (que não foi nem um pouco valorizada pela localização do stand logo atrás de um dragão gritalhão) e pude entender como é a ideia e o conceito do jogo que está em desenvolvimento para ser lançado em 2020. E pude testar o jogo ali mesmo, em uma partida 2v2 ao lado de um dos desenvolvedores!

O jogo em si é um pixel art estilizado no estilo Plataforma/Ação. Os jogadores podem escolher entre uma gama de personagens com habilidades diferentes e dentro dessas escolhas, cada personagem ainda possui 3 diferentes modos de jogo, para abranger mais estilos de jogador.

olha só se não é uma graça!

O seu objetivo (no modo em que joguei) era capturar todas as joias do ambiente, ou ter mais joias ao fim do tempo limite.

Jogar com os desenvolvedores têm seus prós e contras. Pude dar feedbacks no local, falar de coisas que eu gostei e de coisas que eu não gostei no jogo, mas a ideia de que um jogo de plataforma vá ter um universo rico e crescente com o apoio dos jogadores é muito bacana! (Já a parte chata é que eu fui massacrado hehehe)

Para saber mais, o site deles com um rico diário do desenvolvedor é esse aqui

Lá você também encontra o desenvolvimento da história até agora. Estou ansioso pelo lançamento!

E claro…

Numa feira de jogos, não poderia descartar a presença do jogo mais badalado da atualidade.

Com um dos maiores e sem sombra de dúvida o mais barulhento dos stands, Fortnite foi o sucesso da feira, ficando lotado da abertura ao fechamento, com filas para jogar, tirar fotos na asa delta ou enfrentar a terrível Lhama mecânica, o stand teve shows de influenciadores, momentos de destaque às dancinhas clássicas e dezenas de ativações ao longo da feira.

A temível lhama demanda sua dancinha!

Além disso, Fortnite era um dos jogos mais jogados nos outros stands como os de Pc Gaming. Prova maior do sucesso do jogo gratuito da Epic Games, é a ausência completa da concorrência mais latente, o PUBG, que no passado contou com uma área inteira com 100 computadores ligados em rede para jogos locais.

Os executivos da Epic estão como?!

Um jogo de muito sucesso, números cada vez mais impressionantes para a Epic Games, não deveria surpreender que eles seriam o maior stand da feira.

Mas o tamanho desse fenômeno me deixa boquiaberto toda vez.

Nerd: Matheus Farina

Após 24 verões, percebeu que as roupas não se lavam sozinhas. Começou a cozinhar aos 17 e desde então não parou mais. Acredita que é possível que exista no futuro a carreira de Noob Profissional de videogame, então, segue sendo medíocre e se divertindo muito. Single Player, RPGista e Card Gamer. Acha muito egocêntrico falar de si mesmo...

Share This Post On