Faroeste “mais ou menos” Caboclo

Antes de mais nada, é bom dizer que sou viciado em filmes e séries, viciado MESMO! E também é preciso dizer que sou CHATO, muito chato! Aqueles chatos que ficam se prendendo a detalhes (e transformei isso em minha profissão, e como o pessoal da agência onde trabalho já sabem “QA não é teste!”).

Dito isso posso continuar tranquilamente minha análise sobre o filme “Faroeste Caboclo“, que foi baseado na música da banda “Legião Urbana“. E se não fosse por isso, um filme baseado em uma música, eu provavelmente teria muito mais elogios para fazer do que farei.

Eu entendo perfeitamente que quando uma adaptação é feita muitos pontos podem / devem ser alterados, porém ao fazer uma adaptação de uma música (e uma música que tantas pessoas amam), um certo cuidado deveria ser tomado nas decisões dessas mudanças.

Podemos dizer que o que sobrou da música foi: João de Santo Cristo não tem medo, talvez tenha pensado em ser bandido vez ou outra, com um tiro de soldado seu pai foi morto, foi carpinteiro, vendeu uma certa quantidade de maconha, encontrou seu “primo” Pablo, conheceu uma menina linda chamada Maria Lúcia, ganhou sua Winchester 22, tretou com um tal de Jeremias e morreu em um duelo com o mesmo (e nem tudo foi nessa ordem).

Tive a impressão que o roteiro se preocupou mais em contar o que a música não contou, por exemplo como João de Santo Cristo conheceu Maria Lúcia, ou o porque ela se envolveu com Jeremias? Achei isso uma sacada bem legal do filme, mas “esqueceram” de colocar muitas partes que eu considero realmente importantes:

  • faroeste09041Mostrar mais toda sua infância / adolescência conturbada (praticamente 5 estrofes da música inteira falam sobre isso!)
  • Como João se tornou um traficante MUITO famoso e temido, inclusive mandar pra baixo da terra muitos outros concorrentes
  • O como e porque ele foi preso pela primeira vez, e o estupro que lá ocorre. Eu sinceramente odiei fazer com que isso fosse uma briga da gangue de Jeremias, que foi colocado na história MUITO mais cedo
  • O próprio Jeremias foi transformado em um playboyzinho, que se esconde atrás de um policial! Sério!? Sério mesmo!?
  • A MELHOR PARTE, quando João recebe uma proposta, e mostra que apesar dos pesares, tem seus limites e que realmente não tem medo!
  • O final! Onde foi parar a repercussão da briga e as célebres palavras de Santo Cristo?

O que me deu raiva mesmo foi transformarem Santo Cristo e Jeremias em “peixe pequeno”!

Uma ponto que gostei, foi colocarem como a “Legião Urbana” estivesse tocando em uma boate. Achei uma referência e homenagem muito legal!

Enfim, fizeram um Faroeste para apaixonados e deixaram de fora a parte política da história. Afinal, o que João queria quando foi pra Brasília?

Talvez devêssemos perguntar pra dona Dilma…

Nerd: Carlos AVE César

EXAGERADO! Jogado aos seu pés, eu sou MESMO EXAGERADO! Filho único, egoísta, mimado e mal-humorado. Produtor de Eventos, Engenheiro de QA e butequeiro! Buscando CONHECIMENTO, com cachorro-quente e guaraná. Também sou a personificação da Vingança! Twitter: @ONovoNerd Facebook: http://www.facebook.com/carloscesarcarvalho

Share This Post On