Pantera Negra é Marvel… e um pouco mais!

Já estamos cansados de esperar algum lançamento da Marvel que saia da linha usual e, realmente, tenha algo novo. Claro, houve tentativas – como Guardiões da Galáxia – mas, em sua maioria, os filmes se resumem na famosa “Fórmula Marvel” (queridos leitores, sou fã assídua do universo Marvel, mas não podemos negar essa similaridade entre os longas).

E, então, chega às telinhas Pantera Negra, com direção de Ryan Coogler.

pantera4

T’Challa (Chadwick Boseman) volta para Wakanda, sua terra natal, para assumir a liderança após a morte de seu pai e antigo rei da nação africana. Seus valores de união e respeito pela cultura do país são questionados com o aparecimento do vilão da trama. 

Wakanda, apesar de ser a nação mais avançada tecnologicamente do mundo, adota uma política isolacionista como uma forma de proteção aos rumos que a humanidade tomará se descobrir a sua maior fonte de riqueza, o Vibranium. Porém, as idéias antigas já não cabem mais dentro da cabeça das novas gerações, que querem usar tal tecnologia para ajudar o restante do mundo. 

Pantera Negra é mais do que um filme de super-heróis: ele traz em sua base questões políticas fortemente embasadas, com motivações tanto para o bem quanto para o mal. Até mesmo os motivos do vilão Killmonger (Michael B. Jordan) fazem sentido em um contexto amplo – porém, nesse caso, ele escolhe meios errados para obter o fim (um pouco maquiavélico, não?). 

pantera5

O longa fortalece a cultura negra, contando com mais da metade do elenco protagonista composto por atores afrodescendentes. Também, elementos como a trilha sonora - uma mistura de músicas nativas com hip-hop – são peças chaves para tal fortalecimento.

Os elementos culturais foram um acerto, pois, apesar de existirem personagens negros no Universo Marvel, nenhum foi tão forte quanto o Pantera Negra e o elenco de Wakanda (arrisco dizer que, dentre os Blockbusters, a cultura negra se destaca mais no filme Pantera Negra).

Ainda há a presença forte de personagens femininas, com realce para Danai Gurira, como Okoye, e Lupita Nyong’o, como Nakia, as duas principais Dora Milaje de Wakanda. 

null

Com 100% de aprovação no Rotten Tomatoes, Pantera Negra é memorável. O longa, apesar de continuar dentro do universo Marvel, tem um cunho político certeiro, com polêmicas que faltavam nos filmes anteriores do estúdio.

Pantera Negra estréia dia 15 de Fevereiro em todo o Brasil.

Nerd: Giovanna Romano

Giovanna Romano já nasceu em uma família nerd. Desde os seus cinco anos, já jogava fps no Play 2 e se divertia com os filmes de O Senhor dos Anéis - enquanto as amiguinhas assistiam Barbie. Hoje, estudante de jornalismo e formada em fotografia, ela continua com o legado geek passado de geração para geração.

Share This Post On