Boardgames geradores de treta

Muita gente diz que é adepta do deboísmo, mas eu sei que no fundo todo mundo adora uma treta, não é mesmo?
Por isso, hoje eu vou falar sobre os jogos de tabuleiro causadores de tretas, que com certeza darão uma bela animada no seu grupo – e já aviso que não me responsabilizo por amizades e relacionamentos abalados e/ou desfeitos

Então vejamos agora a lista da discórdia:

the resistance jogoThe Resistance

Um governo muito poderoso e corrupto está no poder, e se tudo der certo, não por muito mais tempo. Agentes da resistência colocaram em prática alguns planos audaciosos para tentar derrubar o governo, porém este infiltrou alguns espiões entre os membros da resistência para sabotar os planos. Nesse cenário, cada jogador adotará o papel ou de membro da resistência ou de espião, e deverá cumprir com o objetivo de cada grupo.
The Resistance é um jogo de negociação e blefe no qual os jogadores apenas debatem para tentar descobrir quem são os espiões e quem são a resistência. E a partir do momento em que o primeiro a se manifestar acusa o amiguinho de ser espião, meus amigos… a partir daí não existe mais mãe, namorado, amigo, nada! Apenas treta da melhor qualidade.

 

 

 

 

Survivesurvive jogo

Em Survive os jogadores controlam grupos de exploradores que estão na ilha de Atlântida em busca dos mais valiosos tesouros. Porém, a ilha começou a afundar e todo mundo precisa sair o mais rápido possível – seja nadando, ou com a ajuda de barcos -, e chegar à praia em segurança.
Daí vocês pensam: “Ok, vamos todos nos ajudar e sair dessa felizes e contentes cantando “Imagine” no meio do oceano”, estão muito enganados! O mar está cheio de monstros, tubarões e baleias que destroem os barcos, então porque não colocar um tubarão bem na rota do meu amigo e deixar ele se lascar sozinho (dizem que basta dar uma pancada no nariz né)? Porque não usar a carta de redemoinho justamente no local onde está um barco cheeeio de exploradores do amigo, e meio que obliterá-los do tabuleiro?
Em Survive é assim, cada um por si. Seu objetivo é se salvar, e se salvar significa impedir que a galera que está jogando com você se salve também. Já entrei em partidas de Survive com mais 3 amigos, saí da partida com apenas 1.

 

got boardgameGame of Thrones Boardgame

No jogo de tabuleiro do Game of Thrones, cada jogador controla uma das casas de Westeros e tenta conquistar o maior número de castelos ou fortalezas. Assim como na saga, as casa podem e devem se atacar, para que possam manter sua supremacia e conquistar o Trono de Ferro.
OBS: Eu sei que muitos de vocês adoram GOT e agora que sabem que existe um boardgame dele vão querer jogar. De novo, reforço que eu NÃO me responsabilizo por relacionamentos abalados.
A treta nesse jogo é algo que não dá para expressar em palavras. Para vocês entenderem, o jogo inteiro é baseado em negociações e alianças entre as casas, então você pensa “vou me aliar com o Carlinhos, e nós vamos dominar tudo, ele tem um exército bom, vai me defender e eu estou protegido”.
Mas todas as alianças são feitas apenas na palavra. Não há nenhuma garantia de que ela se manterá. Eis que Carlinhos, seu amigo de infância, a pessoa em quem você mais confia, seu aliado, te ataca. Sem aviso prévio acaba com tudo aquilo que você conquistou.
Uma traição dessas bicho, não tem perdão. É algo que você guarda no coração.

 

Munchkinmunchkin

Eu particularmente tenho a impressão de que os desenvolvedores de Munchkin tinham por objetivo semear a discórdia e ver o mundo pegar fogo - com uma boa dose de humor, porém. A treta é a raiz desse jogo de cartas.
Em Munchkin, todos os jogadores estão presos em uma dungeon cheia de monstros bizarros, e devem matar esses monstros para subir de nível, rumo à vitória. Um detalhe muito bacana do jogo é o humor. Todos os itens, armas e monstros são incrivelmente bizarros e sem sentido.
Agora falando da questão mais fundamental tratada nesse post – no jogo, quando você encontra um monstro pode usar alguma de suas armas para matá-lo e subir de nível. Porém, seus oponentes podem ajudar o monstro e acabar com as suas chances de vitória.
Por exemplo, eu encontro uma galinha anabolizada e preciso matá-la. Nesse momento, meus oponentes jogam uma poção que faz com que eu diminua de tamanho e não possa usar minhas armas, e para piorar minha situação, outro oponente dá uma bota de chutar bundas para a bendita galinha. Além de gigante, a galinha está armada.
A ideia principal do jogo é sacanear os amigos das formas mais absurdas possíveis. Garanto que se seu relacionamento sobreviver a uma partida de Munchkin, ele será eterno.

 

uno jogoUno

Como deixar de fora dessa lista o jogo que já gera mais tretas do que truco no churrasco das famílias? Uno é um jogo de cartas muito simples, no qual o vencedor é o jogador que acabar antes com as cartas que tem na mão.
Apenas descartar as cartas com números ou cores iguais seria algo muito monótono, por isso inventaram a carta +4, que obriga o jogador a comprar 4 cartas extras. Ela ainda vem equipada com o poder de acabar com qualquer esperança de vitória.
Em partidas de Uno não existe família, não existe amizade, não existe amor. Apenas treta e discórdia. Coisa maravilhosa.
Obs: não sei se vocês viram, mas parece que todo mundo estava jogando errado desde sempre. Uma americana estudou as regras do jogo e descobriu que a carta da discórdia só pode ser jogada quando não há mais nenhuma opção.
Eu realmente acredito que isso era sabido desde o princípio, mas por convenção social nós alteramos as regras ao bel prazer da geração de tretas. Jogar a carta +4 a qualquer momento do jogo, é realmente muito mais legal, e tem um poder de destruição infinitamente maior. Continuemos assim!

 

BÔNUS

Animal upon AnimalAnimal upon animal

Esse é um jogo que, à primeira vista, pode parecer infantil, bobinho e sem graça. Não se enganem! Animal upon Animal é um jogo indicado para idades de 4 a 99 anos, e com um potencial gerador de tretas incrível!
Nele, cada jogador recebe 7 animais de madeira, que serão empilhados até alguém acabe com seu estoque deles. A mecânica é bem simples, em seu turno, cada jogador deve rolar o dado e realizar a ação determinada por ele: empilhar um ou dois animais, entregar um a outro jogador ou colocar um novo na base da pilha.
Se algum jogador derrubar a pilha, ele fica com aqueles que caíram, e mais longe da vitória.
Nesse jogo a treta mora em 2 faces do dado: pedir para um jogador colocar um animal seu na pilha, ou escolher qual ele deve colocar. É nessa hora que a maldade aflora e conseguimos ver o lado sádico do ser humano.
Imaginem essa situação: na rodada anterior você derrubou a pilha e agora tem tantos animais que já poderia trabalhar como tratador de zoológico - ou abrir o seu próprio -, e seu amigo rolou o dado e caiu na face que determina que ele deve escolher alguém para colocar um animal dele na pilha. Ele pede então para você empilhar uma ovelha dele, em cima de um delicado pinguim!
Pronto. A partir daí a relação de vocês já desandou, você já está pensando em todas as possibilidades para estragar o jogo dele, e ele virou seu arqui-inimigo. The treta has been planted.

Há diversos outros jogos geradores de treta, e eu poderia escrever uma monografia sobre isso. Brincadeiras à parte, recomendo fortemente que experimentem jogar qualquer um desses jogos da lista com seus amigos e sua família.
Como já falei em outros posts, boardgames e jogos de cartas são ótimos para aproximar as pessoas, reunir diferentes gerações em volta da mesa, e vão te garantir muitas horas de diversão (e até mesmo te ajudar a praticar a resiliência e o perdão hahaha).

Nerd: Bruna Petrocelli

Formada em Relações Internacionais pois um dia pensou em ser diplomata, percebeu que não curtia protocolos e burocracias. Consultora de marketing e apaixonada por nerdices em geral, diz que topa trabalhar na ONU no dia em que for aceitável participar das reuniões usando tênis e camiseta do Star Wars.

Share This Post On