3%, temporada 2: evolui mas falta algo!

Fala Khalasar! Beleza?

Assisti a temporada 1 de 3% meio “arrastado”, porque ouvi opiniões tão divergentes que isso acabou me deixando com uma certa preguiça. Foi só em março ou abril de 2018 que decidi assistir a temporada 1 e devo confessar que acabei tendo uma impressão muito melhor do que eu esperava. Claro que existem problemas evidentes na produção e o maior deles, na interpretação.

Os atores na temporada por muitas vezes não convencem e isso acaba impactando na narrativa. A história mostrada não é nada inovadora, pois já vimos coisas parecidas em outras tramas distópicas por aí, mas ver esse tipo de narrativa baseada na nossa realidade, ajuda a nos conectar mais com a história. Sendo assim, a temporada 1 apesar de ter várias “barrigas”, acaba deixando uma sensação de “dever cumprido” e deixa a pergunta: isso será melhorado na temporada 2?

E definitivamente isso acontece! A interpretação dos remanescentes do elenco original melhorou muito e a inclusão de novos personagens colabora pra isso. Parece que os responsáveis perceberam que era hora de subir a régua de qualidade e decidiram trazer mais nomes de peso (atores globais) para a produção, mesmo que a maioria não apareçam durante muito tempo em tela.

3 porcento laila garin

O principal reforço vem de Laila Garin, que dá vida a Marcela, a principal antagonista de Ezequiel e que praticamente participa de todas as tramas principais. A atriz Cynthia Senek (Glória) também foi uma ótima adição ao time, deixando o arco de Fernando muito mais interessante. Gostei muito de ver a participação do araraquarense, Liniker, em uma cena muito poética onde a música depois é muito bem reutilizada para o fechamento da temporada.

3 porcento cynthia senek

A melhora da temporada 2 é evidente, porém ainda não foi o suficiente para transformar a série em uma obra prima. A reinvenção do casal fundador foi algo que agradou muito e que acho que deve ser explorada na temporada 3 (terá uma temporada 3?).

Ah, quase me esqueço: seria uma injustiça não elogiar os efeitos visuais utilizados! O time técnico está realmente de parabéns, pois realizaram um trabalho crível e que não fica atrás das produções estrangeiras.

Apesar disso tudo, a temporada 2 deixa uma sensação de “falta”, como se algo dentro da narrativa não tivesse sido mostrado. E não é aquele sentimento de “cliffhanger”, onde sabemos que algo será respondido mais pra frente e sim o sentimento de que falta algo, mas nem sabemos o que é.

E você, o que achou de 3%? Diga aí pra mim!

Isto fica feliz em ser útil!

Nerd: Carlos AVE César

EXAGERADO! Jogado aos seu pés, eu sou MESMO EXAGERADO! Filho único, egoísta, mimado e mal-humorado. Produtor de Eventos, Engenheiro de QA e butequeiro! Buscando CONHECIMENTO, com cachorro-quente e guaraná. Também sou a personificação da Vingança! Twitter: @ONovoNerd Facebook: http://www.facebook.com/carloscesarcarvalho

Share This Post On